Empreender é crescer

Quarta, 10 Maio 2017 05:00

MEI ultrapassa 7 milhões de inscrições

Escrito por

Desde que foi criado, em julho de 2009, cerca de 1 milhão de pessoas se formalizam por ano
O Microempreendedor Individual alcançou, em 2017, a marca de mais de sete milhões de negócios formalizados. Isso representa um crescimento médio de 19% nos últimos cinco anos, segundo levantamento do Sebrae. Essa figura jurídica, criada em julho de 2009, é apontada como o maior movimento de formalização e inclusão da economia.
De acordo com pesquisa feita pelo Sebrae, entre fevereiro e março deste ano, o índice de recomendação do programa do microempreendedor individual foi de 72%. “O MEI tem um índice de…

Produtos saem de 15% a 20% mais baratos para o consumidor e geram maior ganho às empresas
O setor de marcas próprias amadurece e caminha para deixar para trás o estigma de qualidade inferior. Com itens diversificados, varejistas investem na estratégia para melhorar rentabilidade e fidelizar o cliente. E oferecer produtos que levam a identidade do ponto de venda pode ser uma alternativa em tempos de consumo racionalizado.
No Brasil, ainda há muito a ser explorado nesse segmento, especialmente se compararmos os históricos da Argentina e do Chile, que conseguiram incorporar as marcas próprias no aprimoramento do consumo em momentos…

Locais oferecem serviços e têm custos menores para facilitar a vida dos empresários
Não precisar se preocupar em montar a estrutura do ambiente de trabalho nem com itens como segurança, limpeza e até internet são os principais motivos pelos quais empreendedores optam em trabalhar em espaços de coworking. Um local mais acolhedor, descontraído e a possibilidade de interagir com outras pessoas – muitos também empresários iniciando seus negócios – são outros quesitos que tornam esses locais atrativos.
Foi pensando assim que, desde setembro do ano passado, Juliana Sarpi Elorza trocou o escritório de advocacia em um prédio empresarial para conciliar…

Empresas consideram modelo antigo esgotado e trabalham para se tornar vitrine de ofertas, com melhor atendimento e experiência, para consumidor e companhia parceira
Após o boom dos sites de compras coletivas no Brasil, o segmento do comércio eletrônico tem investido em estratégias para reinventar o modelo de negócios. Quando chegou ao mercado, em meados de 2010, o setor alcançou resultados econômicos expressivos e chegou a obter faturamento de R$ 1 bilhão no ano seguinte. Passado o frenesi dos consumidores na busca por descontos especiais, o esgotamento do método de vendas e a crescente insatisfação dos envolvidos com as experiências oferecidas,…

Contratações nos dois primeiros meses compensaram fechamento de vagas em março
Rodrigo de OliveiraBrasília - No primeiro trimestre deste ano, as micro e pequenas empresas apresentaram um saldo positivo de geração de empregos de 60,7 mil vagas, enquanto que as médias e grandes empresas encerraram 138,8 mil postos de trabalho. Os dados são do levantamento feito mensalmente pelo Sebrae com base nos números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho.
“Apesar dos pequenos negócios terem apresentado um saldo negativo em março, o bom desempenho do começo do ano compensou essas demissões”, afirma o presidente…