Empreender é crescer

Potenciais empresários podem procurar o Sebrae para cursos sobre franchising e conteúdo virtual, incluindo games didáticos para empreendedores
Brasília - Mesmo com a crise econômica, investir em cafeterias e franquias desse segmento pode ser uma boa oportunidade de negócio para empreendedores. Dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF) mostram que surgiram em média duas redes de cafeterias por ano, entre 2013 e 2016, totalizando 40 franquias no país. No mesmo período, os pontos de venda ligados às redes aumentaram em 10%, de 782 para 862 cafeterias.
Um exemplo de sucesso é o Café Caramello, da microempresária Cristina Pascoli Tongo,…

Há espaços compartilhados não só para startups, mas também para escritórios de advocacia, cabeleireiros e até negócios de alimentação. Veja se é uma boa
São Paulo – Talvez você imagine um coworking como um ambiente colorido com pufes para startups, mas eles estão abrigando cada vez mais advogados, cabeleireiros e até empresas de alimentação. Há espaços compartilhados de trabalho para todos os gostos, que hospedam desde empresas moderninhas até negócios mais tradicionais.
“Não faz mais sentido ficar sozinho em uma sala comercial. É deixar oportunidades passarem”, diz Jorge Pacheco, CEO do coworking Plug, em São Paulo. Mas como saber se…

Quarta, 10 Maio 2017 05:00

MEI ultrapassa 7 milhões de inscrições

Escrito por

Desde que foi criado, em julho de 2009, cerca de 1 milhão de pessoas se formalizam por ano
O Microempreendedor Individual alcançou, em 2017, a marca de mais de sete milhões de negócios formalizados. Isso representa um crescimento médio de 19% nos últimos cinco anos, segundo levantamento do Sebrae. Essa figura jurídica, criada em julho de 2009, é apontada como o maior movimento de formalização e inclusão da economia.
De acordo com pesquisa feita pelo Sebrae, entre fevereiro e março deste ano, o índice de recomendação do programa do microempreendedor individual foi de 72%. “O MEI tem um índice de…

Produtos saem de 15% a 20% mais baratos para o consumidor e geram maior ganho às empresas
O setor de marcas próprias amadurece e caminha para deixar para trás o estigma de qualidade inferior. Com itens diversificados, varejistas investem na estratégia para melhorar rentabilidade e fidelizar o cliente. E oferecer produtos que levam a identidade do ponto de venda pode ser uma alternativa em tempos de consumo racionalizado.
No Brasil, ainda há muito a ser explorado nesse segmento, especialmente se compararmos os históricos da Argentina e do Chile, que conseguiram incorporar as marcas próprias no aprimoramento do consumo em momentos…

Contratações nos dois primeiros meses compensaram fechamento de vagas em março
Rodrigo de OliveiraBrasília - No primeiro trimestre deste ano, as micro e pequenas empresas apresentaram um saldo positivo de geração de empregos de 60,7 mil vagas, enquanto que as médias e grandes empresas encerraram 138,8 mil postos de trabalho. Os dados são do levantamento feito mensalmente pelo Sebrae com base nos números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho.
“Apesar dos pequenos negócios terem apresentado um saldo negativo em março, o bom desempenho do começo do ano compensou essas demissões”, afirma o presidente…

Pagina 1 de 19